Assunto: E se seu vizinho tiver mais de 1.000 anos? Baixe o romance de Paulo Santoro!

Esta é a edição n. 5 do correio mensal de Paulo Santoro.
Peça para o programa EXIBIR IMAGENS, ou clique aqui para ver online.
Caro amigo!

Mais de 250 pessoas já baixaram gratuitamente o meu romance A VIDA LONGA DOS VERMES. Ainda dá tempo! Ele ficará disponível em formato digital somente até o dia 12 de outubro. Depois de ler, responda à nossa pesquisa! Veja os links no final deste e-mail e por favor compartilhe com seus amigos! :-)

Um dos leitores irá ganhar o livro MANIFESTO DE MIM MESMA, obra de poesias da Paula Autran, que resenho logo abaixo. Veja no final as instruções para participar.
Não gaste um superlativo: você pode precisar dele mais tarde.

POESIA
Uma nova poetisa

Corre-se um sério risco ao elogiar amiga. Parece favor. Mas isso, claro, só pensaria quem não me conhece direito. Eu não faço esse tipo de favor, nem adianta me pedir.

Paula Autran entrou no Círculo de Dramaturgia do CPT no mesmo processo de seleção pelo qual eu também passei, no final de 1999. Ambos persistimos na dramaturgia ao longo dos anos, aos trancos e barrancos — como não poderia ser diferente.

Ela sempre foi autora consistente, dos diálogos com pensamento. E, de uma hora para outra, resolveu ser poetisa. Ou será "poeta"? Muitas mulheres não gostam de ser chamadas de "poetisas". Mas tenho cá para mim que ela não deve fazer questão desse tipo de coisa.

Seja como for, certo dia ela se sentou com essa decisão, criou sua primeira poesia e logo a compartilhou no Facebook. E as pessoas viram que isso era bom.

Seus poemas são modernos, mas não têm modernismos, não tem maiakovskismos, falam da vida cotidiana sem serem banais.

São reflexões em que há emoções em vez de raciocínios, elas não querem te convencer, querem pintar o mundo e suas relações, brincar de especulações sobre a vietnamita que monta brinquedos, sobre os DVDs baratos e empoeirados, sobre a buzina que nos faz sonhar com um pato, sobre estar velho e querer dançar, sobre a beleza dos animais selvagens.

Este livro é fruto de talento, maturidade e caráter.

Recomendo para você que está cansado das batatinhas e dos revoltados, mas sabe apreciar os versos mais doces e livres de um Drummond ou Leminski.

Se eu gosto dos poemas, o que acho que podia ser melhor é o título do volume. "Manifesto de mim mesma"? Mas claro! De quem mais seria?! :-)

Neste link, você vê a página da autora no site da Editora Patuá, que fez um belo trabalho nesta edição de capa dura, com ótima ilustrações de Natalia Lemos. Ali dá para você ler uma amostra de três poemas e comprar o livro.

Você pode ganhar uma edição autografada, como assinante desta newsletter. Veja abaixo o que fazer para concorrer!
"Quem é esse cara para me dizer como eu devo pensar? Ele não sabe que eu já penso conforme um outro cara me mandou?"
HUMOR
Festa dos Intelectuais

A casa onde se daria o tertuliano ficava logo após a ponte spencer. Muitos convidados chegavam em condillacs, outros em tradicionais freges a cavalo, que vinham em rápido trotsky. Outros em modestos Santayanas, que estacionavam perto da xenofonte. Belíssimas, as mulheres usavam peirces ou qualquer outro adorno nas orelhas, com exceção das empregadas, em averróis brancos. Os homens, elegantes em alinhados jaspers, achavam que eram os tales. Mas os calvinos, hipócrates, usavam chapéus.

Na entrada, todos degustavam um espumoso malebranche.

Chegou o momento da ceia. Depois de servirem condorcet com bacon, só se ouviam o chomsky-chomsky e os goles no licor de cassirer. Na mesa de descartes, uma animada partida de bataille, embora algumas mulheres tivessem schlick. Ao fundo, um epicteto tocava música popper.

Depois da ceia, os homens ficaram empédocles, conversando no teofrasto. As mulheres subiram à campanella, onde se detiveram bastante tempo antes de voltaire. A festa era em prol dos portadores de leucipo.

*********
Escrevi esse texto muitos anos atrás, como uma brincadeira, enquanto fazia a revisão de um dicionário de filosofia. Tenho a lembrança alegre de tê-lo enviado para o Millôr Fernandes, que a publicou na seção de Colaborações de seu site (ainda no ar), em que escreveu:

"Excelente este envio de Paulo Santoro, que chamo de paronomasía (com acento no i) à falta de palavra mais precisa, no momento. Quem lembrar, me mande. Todos os nomes paronomisados são referências literárias. Assim, quem não fôr do ramo, não perca seu tempo. Clique outra. Este saite tem de tudo. Em alguns pontos tem até de nada. Obrigado, Santoro. M.
PS: Não deve ser lida por Silvio Santos, especialista em literatura com distribuição de carnês filipetas."
VLOG
MEUS VÍDEOS

Toda quinta tem um novo vídeo!
Deem uma olhada no meu canal e assinem! :-)

O AUTOR
Paulo Santoro é um autor civilizatório. Seu primeiro trabalho a mergulhar na evolução moral do ser humano foi O canto de Gregório, espetáculo teatral dirigido por Antunes Filho. Seus textos desafiam as fronteiras da lógica para fazer uma síntese das grandes ideias que movem a humanidade.
Depoimento

"O espectador de uma peça de Paulo Santoro é facilmente enlaçado por um desdobramento de ideias que ora se constituem como um labirinto, ora como uma paisagem árida. Sua facilidade em construir argumentos e depois revirá-los, movê-los, deslocá-los, questioná-los, reafirmá-los e negá-los, dissecando-os, nos dá a dimensão de sua escrita."

César Augusto, ator e diretor
GANHE O LIVRO DE POEMAS

A poetisa, poeta e pessoa Paula Autran irá autografar um exemplar de seu livro MANIFESTO DE MIM MESMA, que será enviado a um assinante da newsletter, em qualquer lugar do Brasil. Para concorrer, responda à pesquisa sobre "A vida longa dos vermes" (veja explicação ao lado). O livro será sorteado entre os participantes.
PESQUISA

Como diz a voz da moça ao telefone, "sua opinião é muito importante para nós". Por favor, clique no link abaixo para responder (em cerca de 3 minutos) a uma pesquisa sobre o que achou do romance "A vida longa dos vermes", MESMO QUE NÃO TENHA LIDO INTEIRO. Obrigado!

Vencedor anterior

Na promoção do livro Segredos de Famiglia, o vencedor foi Luiz Carlos Vieira, por ter feito comentário em um de meus vídeos. Ele receberá em casa um exemplar!
Assine esta mensagem

Se você ainda não assina o correio mensal de Paulo Santoro, clique aqui para vê-la online e então aperte o botão "Assinar" no alto da tela.
Like Twitter Forward
Rua Schilling, 134, casa 3, 05302-000, Sao Paulo, Brazil
Você pode cancelar sua assinatura ou alterar os seus dados de contato a qualquer momento.

Powered by:
GetResponse
Rua Schilling, 134, casa 3, 05302-000, Sao Paulo, Brazil
Você pode cancelar sua assinatura ou alterar os seus dados de contato a qualquer momento.

Powered by:
GetResponse